Mais um, menos quatro

26 agosto 2005

A semana passada foi a semana das primeiras decisões sobre a não permanência no processo de selecção de quatro dos contos submetidos até agora. Foi também a semana em que nos chegou o primeiro trabalho escrito a quatro mãos, por sinal a única submissão da semana.

Ou seja, feitas as contas, temos agora em selecção 19 trabalhos que, caso fossem todos publicados, dariam um volume com cerca de 430 páginas, isto é, quase 140 mil palavras. Pode parecer muito, mas queremos mais, muito mais!

6 comentários:

Anónimo disse...

Olá, primeiramente quero dar os parabens pela iniciativa. Fico bastante animado em saber que em Portugal existem muitos apreciadores de boa literatura. E, parece-me, existem bem mais do que aqui no Brasil, referindo-me especificamente a ficção científica / fantástica. Tambêm, se os portugueses não tivessem roubado tanto ouro daqui (ahahha, é brincadeira pessoal !!!) o Brasil talvez fosse um povo um pouco mais alfabetizado e culto. Já mandei 4 trabalhos de minha autoria para a avaliação de vocês. Tomara que gostem de um deles, pelo menos.

Um forte abraço e sucesso nessa empreitada.

Ps.: Minha identidade aqui deve aparecer como anônimo, não tenho conta no blogger ainda. Meu nome é Alberto Mario da Rosa, moro em Porto Alegre - RS - Brasil. Meu email eh betorush@gmail.com e estou sempre disposto a conhecer novas pessoas que curtam ficção científica / fantástica. Um forte abraço pra todos.

Octavio Aragão disse...

Que injustiça com os brasileiros, Alberto!

Que eu saiba, nossas pequenas comunidades ligadas à FC & Fantástico no geral, são bastante atuantes desde os anos 80, tendo estado inclusive nas raízes dos lançamentos das revistas ISAAC ASIMOV MAGAZINE BRASIL e SCI-FI NEWS CONTOS, sem falar nos inúmeros sites, publicações e prêmios, como o Argos e o Nova.

Mas, ainda assim, bem-vindo!

betorush disse...

Olá Octavio, pena que tu não deu teu email, espero que leia o que vou escrever... Em primeiro lugar, não quis de maneira nenhuma desmerecer a fc brasileira. Sobre o comentário de que parece-me existir mais fãs de fc em Portugal do que no Brasil, baseia-se em meu parco conhecimento do mundo brasileiro da fc. Nesse país em que vivemos, apreciadores de fc (em geral) são coisa rara. São raros os que lêem, e em tratar-se de fc mais ainda. E, por isso, o nosso mérito é maior.

Um forte abraço
(se passar por aqui, não esqueça de me mandar um email. betorush@gmail.com)

Até a próxima

Octavio disse...

Oi, Alberto.

O endereço de meu site está acessível no Blog ao se clicar no link "octavio aragão", à esquerda superior desta janela.

E repito: rapaaaaaaaaz, você precisa abrir os olhos para a produção de FC no Brasil, que não é nada incipiente como você pode pensar. bastar dar uma busca no Google ou visitar os sites portugueses que têm vários links para toda a turma produtora do gênero no país (e que, ao contrário do que possa parecer, não é tão reduzida assim).

O meu site, por exemplo, é um desses pontos de encontro: http://www.intempol.com.br .

Para você ter uma ideia, a FCB tem sido muito (bem) citada em veículos como a Revista CartaCapital, o jornal Estado de São Paulo e "n" sites não especializados.

E tudo está à distância de um clique... :-)

betorush disse...

Certo, Octávio, merecido o puxão de orelhas :). E é lógico que já ouvi falar do intempol, sim.
Sobre meu contato com a fc brasileira, resume-se apenas a um trabalho enviado pra Scarium e um emails trocados com o genial André Carneiro. Se tu puderes me dar uma dica para ter contato com outros autores, divulgadores, etc, desde já agradeço.

Um forte abraço.

Anónimo disse...

Hi, as you may already discovered I'm new here.
In first steps it's very good if somebody supports you, so hope to meet friendly and helpful people here. Let me know if I can help you.
Thanks in advance and good luck! :)