Aí vão oito

22 julho 2005

Continuamos a receber submissões a bom ritmo, muito embora as mais recentes tenham tendência a ser mais pequenas que as primeiras (por paradoxal que pareça). Somam agora oito e dariam, se fossem todas publicadas, um livro com mais de 180 páginas. Parece já ser claro que não será a quantidade bruta de material que irá criar obstáculos à concretização do projecto, mas continuamos à espera de bastante mais ficção de alta qualidade.

Será a sua uma dessas ficções, leitor?

3 comentários:

Octavio Aragão disse...

Oi, pessoal!

A quantas anda a distribuição entre Brasil e Portugal? Está equilibrada?

Abração e boa sorte na empreitada!

Jorge disse...

Em quantidade total de texto até está, mas em número de textos não: os portugueses são, em média, muito maiores mas há bastante mais brasileiros que portugueses.

O que não deixa de ser curioso.

Octavio disse...

Sim, é verdade... é curioso.


E talvez seja cedo para confirmarmo isso, mas me parece um paralelo com as porduções dos dois países num panorama mais geral.

Explico: enquanto Portugal produziu romances *de peso*, do qual o mair exemplo é o TERRÁRIUM, o Brasil é pródigo em contos, contos e mais copntos...

Mas, como diz o Tio, a ver vamos.